Bina fonyat 280213 010small

"Stray and Blessed"

Exposição coletiva com obras dos artistas Bina Fonyat, Carlos Vergara, Rogério Reis, Ricardo Azoury, Evandro Teixeira, Antonio Augusto Fontes, Bárbara Wagner e Benjamim Búrca, Bruno Veiga, Rafael Bqueer, Shinji Nagabe, Celso Brandão, Miguel Rio Branco, Guy Veloso, Arthur Scovino, Cláudio Edinger, Walter Carvalho, Karim Aïnouz e Marcelo Gomes.
A Galeria da Gávea inaugura com a exposição Vadios e Beatos, a primeira de uma trilogia relacionada ao Carnaval brasileiro. Em cada ano galeria terá um curador convidado e a exposição será sempre inaugurada uma semana antes do sábado de Carnaval.
A mostra Vadios e beatos reúne cerca de 54 obras, entres elas dois vídeos (Bárbara Wagner e Benjamim Búrca/ Karim Aïnouz e Marcelo Gomes), e 52 fotografias de tamanhos variados, em cor e em preto e branco, em impressões de papel algodão e cópias vintage em gelatina de prata (impressas pelo artista na época em que as imagens foram feitas). As obras abrangem o período dos anos de 1970 até 2018.
A curadoria de Marcelo Campos tem como ponto de partida a afirmação de um dos primeiros teóricos da arte brasileira, Gonzaga Duque, do final do século XIX, que demonstrava desencantamento com o futuro para as artes no Brasil.  O critico observava personagens sociais, capadócios de importância que viviam “à boêmia” , “tocando viola nos fados”, jogando capoeira. Assim, foi-se criando uma análise que, anos depois, configuraria uma das mais importantes compreensões sobre os modos como o Brasil lidava com ritos identitários, como o carnaval.

Cantoneira
Cantoneira b
Cantoneira c
Cantoneira d